O Presidente Substituto reagiu na manhã de hoje, em conferência de imprensa às declarações do Presidente da comissão política regional do PAICV, Alcides Graça, que o acusou de transformar a Câmara Municipal de S. Vicente em sede de campanha do MPD e de deslocar funcionários para trabalhar neste gabinete pagos com recursos do município. 

 Martins nega a existência de um “gabinete de campanha” e de que a autarquia tem vindo a fazer novas contratações. “Existe sim um gabinete que se ocupa das redes sociais da CMSV, reiterou o autarca, para quem mais uma vez veio à tona a “compulsão patológica” para desvirtuar factos carregados de “alucinações políticas”.

Para Rodrigo Martins, as considerações inverídicas e irresponsáveis sobre a legalidade das funções do Presidente substituto e do Vereador da Proteção Civil só têm uma explicação possível: “o senhor Alcides está completamente atónico com a capacidade de trabalho da equipa camarária, que mesmo face as situações atípicas, como é o caso das eleições, continua a trabalhar todos dias afincadamente com as pessoas e para as pessoas”.

Reagiu ainda, referindo que as declarações tecidas pelo líder local do PAICV, são uma encenação do senhor Alcides que reflete uma completa desorientação política, possivelmente fruto do nível de desempenho da candidatura do seu partido às eleições que se avizinham .

“Estamos engajados em transformar a CMSV numa Câmara que se prima cada vez mais pela proximidade das populações e em transformar esta ilha bonita de morabeza e de pessoas lutadoras para ser cada vez mais saudável, atrativa para investimentos, geradora de emprego e proporcionando, paulatinamente, uma melhor qualidade de vida às suas gentes. Uma melhor ilha para se viver e ser feliz”, finalizou o autarca.