E assim chegamos ao último dia do ano de 2020.
Um ano inesquecível no mundo inteiro por causa de uma pandemia que nos mostrou o quão frágeis somos, que uniu a humanidade não só no medo como na luta: hoje, mais do que nunca estamos conscientes de que cada um de nós faz a diferença e tem em mãos não só a própria vida como daqueles que os rodeia.
Abençoados pelo oceano e pelo descanso da cara que se faz monte, lutamos contra todas as marés revoltadas que este vírus traz: a saúde, a educação, a dignidade humana, o trabalho e estamos a conseguir graças à perseverança, resiliência e positividade que nos caracteriza e nos impede de cancelar totalmente a vida.
 
Somos um povo de tradições celebradas em união entre todos, em espaços públicos, onde a alegria comprova o quão iguais somos.
Assim, este ano, Sr. São Silvestre manda Soncente ba na kaza de todos os Senhores e Senhoras para repartir uma oferta grandiosa: não só com os sanvicentinos mas também com todos os seus companheiros no mundo inteiro.
 
A Diáspora, as ilhas e os nossos músicos irão subir ao palco mais uma vez para um live que promete boa música e a energia contagiante dos nossos artistas para recebermos o ano novo em casa, em segurança e harmonia, em festa, num concerto de fim d'one ma nos gente. E, como sabemos que as tradições são para cumprir, fecharemos em grande com a Banda Municipal já em 2021.
 
Ess one ka tem pit na baía, sine d'igreja nem foguete ma tem povo na festa, kada um na se kaza, porque um próspero ano novo ja bem entrá. E nos no ta li ke vida e saúde pa recebel.
 Feliz 2021!
 
Fim de one na casa