Tendo em conta que nove dos nossos atletas que estavam participando no   mundial acusaram-se positivo à Covid-19, a Federação Cabo-verdiana de Andebol decidiu pela não continuação da seleção no ambiente da competição;

A retirada de Cabo Verde do Mundial foi consensualizada, segundo a Federação Cabo-verdiana de Andebol, após a reunião realizada com as autoridades de andebol internacional (IHF), a Confederação Africana de Andebol (CAHB), a organização e as autoridades de saúde egípcia.

Cabo Verde chegou a estrear-se na prova confrontando a Hungria, com a derrota (27-34), mas teve de faltar o segundo jogo que seria disputado no passado domingo frente à Alemanha.

A seleção é vencedora, pois se tratava da primeira participação de Cabo Verde num campeonato mundial com uma modalidade coletiva e este feito é histórico para o andebol e desporto nacional.